Finalmente o Cânion Fortaleza


Por algum motivo inexplicável, estive várias vezes nos Aparados da Serra (a mais recente em abril do ano passado) sem nunca ter dedicado um tempo ao Cânion Fortaleza, irmão menos famoso – e tão ou mais bonito – do Cânion do Itaimbezinho. Neste final de semana, antes tarde do que mais tarde ainda, pude fotografar as belezas do lugar.

Espalhado ao longo de quase 8 quilômetros, o Cânion Fortaleza faz parte do Parque Nacional da Serra Geral, na divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e é um dos principais atrativos da região de Cambará do Sul (RS). Com paredões de até 1.200 metros de altura que se assemelham a muralhas, o Fortaleza oferece aos visitantes trilhas, cachoeiras e um visual de tirar o fôlego.

Do centro de Cambará até o Fortaleza são apenas 23 quilômetros, mas é preciso ter paciência na parte não pavimentada da estrada ou o veículo utilizado pagará o preço da pressa. Nada a reclamar, uma vez que o objetivo desse passeio é justamente abandonar a correria do dia-a-dia e contemplar os cenários, fazer as refeições com mais calma e, quando o cansaço bater, dormir com o silêncio típico de uma cidade de 7.000 habitantes.

As imagens dão uma boa ideia da grandeza da região, mas ao vivo a coisa toda – belezas naturais, clima, restaurantes, pousadas, habitantes, etc – é bem diferente. O clima, aliás, é um capítulo à parte: na manhã de hoje, quando me animei a sair da cama (depois das 8h, já com sol alto), a temperatura era de 5°C. Frio de renguear cusco, paisano. E o inverno ainda nem chegou.

    REDES:  

  • rss
  • youtube
  •  
  • PESQUISAR NOS ARQUIVOS: