Nas curvas da Estrada Velha


Rota: Porto Alegre / Osório / Santo Antônio da Patrulha / Glorinha / Gravataí / Porto Alegre

Distância percorrida: 220km

Ontem, sexta-feira, fui atender a um compromisso pessoal na cidade de Osório e aproveitei para unir o útil ao agradável: fui de moto pela BR-290 e  voltei pela RS-030 (que eu sabia estar recapada mas ainda não havia transitado por ela – exceto no trecho entre Osório e Santo Antônio da Patrulha).

Primeira via asfaltada (em 1936) do Rio Grande do Sul, a RS-030 foi durante muitos anos o elo de ligação entre a capital e o Litoral Norte: por ali passaram os veranistas que rumavam a Tramandaí, Capão da Canoa, Torres e outras praias da região. Em 1972 foi construída a auto-estrada BR-290 (primeira free-way do Brasil, ligando Porto Alegre a Osório) e para ela direcionado grande parte do tráfego, reduzindo significativamente o movimento no comércio de cidades como Glorinha e Santo Antônio da Patrulha (esta última é uma das 4 cidades mais antigas do estado – junto com Rio Grande, Rio Pardo e Porto Alegre – e foi elevada à condição de município em 1811).

Apesar das curvas da agora recapada Estrada Velha (como é popularmente conhecida hoje em dia) serem um convite aos motociclistas mais empolgados, a ausência de acostamento quase na sua totalidade e o intenso trânsito de pedestres (a RS-030 possui poucos trechos sem moradias ou comércios entre Santo Antônio da Patrulha e Gravataí) indicam que a melhor forma de rodar nela é curtindo a natureza que a rodeia.

Na chegada a Porto Alegre, estacionei na Usina do Gasômetro para registrar a construção da árvore de Natal que está sendo levantada ali; aproveitando a parada, já no final da tarde, tirei mais algumas fotos e dei por encerrado o compromisso/passeio de sexta.

RS-030 - Santo Antônio da Patrulha

Árvore de Natal - Gasômetro - Porto Alegre

Rio Guaíba

Mirante no Rio Guaíba

2 Comentários

Beleza o relato de um pouco de história, Piréx. Afinal, blog também é “curtura”. Mas acho que te empolgaste e esqueceste de falar do principal: afinal, a RS 030 está toda recapada mesmo, só uma parte, mais ou menos, nem tanto, todavia contudo ou muito antes pelo contrário???

KD!

Tá lá no terceiro parágrafo, camarada: “Apesar das curvas da agora recapada Estrada Velha (…)”. Até cabe uma ressalva: em Gravataí, precisamente onde acaba o trecho concedido (precisamente mesmo: embaixo da placa “Fim do trecho concedido”) a estrada fica esburacada.

Abração!

Deixe um comentário

    REDES:  

  • rss
  • youtube
  •  
  • PESQUISAR NOS ARQUIVOS: