Quando a esmola é demais…


Rota: Porto Alegre / Gravataí / Santo Antônio da Patrulha / Osório / Porto Alegre

Distância percorrida: 230 km

Quando a esmola é demais, o santo desconfia.

Pois eu, junto com o santo, deveria ter desconfiado que São Pedro apresentaria suas armas – o que tem sido recorrente nos últimos meses aqui no Rio Grande do Sul – nos meus dois dias de folga para mostrar quem é que manda: ontem eu estava mais animado e encarei a chuva, mas hoje cancelei a motocada (a bem da verdade, na volta de Florianópolis, mês passado, gastei o que ainda restava da minha cota de chuva/moto/BR-101 para o próximo ano).

Antes de decidir ficar em casa, resolvi ir até Osório (RS) avaliar a estrada e tentar adivinhar se as próximas horas seriam de pouca ou muita chuva; como tive a impressão que a chuva piorava quanto mais para o norte eu rodava (e a pretensão era ir até Terra de Areia, subir a Rota do Sol e voltar pela BR-116), desisti e dei meia-volta – mas não sem alguns registros fotográficos da BR-290 e do Parque Eólico de Osório.

Se a coisa continuar assim, vou precisar de um jet ski.

BR-290 em Glorinha (RS) - Foto 1

BR-290 em Glorinha (RS) - Foto 2

BR-290 em Santo Antônio da Patrulha (RS)

Viaduto da RST-101 sobre a BR-290 em Osório (RS)

Parque eólico de Osório (RS) - Foto 1

Parque eólico de Osório (RS) - Foto 2

4 Comentários

Fala Pirex ! É, quem diria que em pleno dezembro teríamos que cancelar uma motocada por causa do mau tempo…Pior que a previsão para os próximos dias não é lá essas coisas também, já estou com receio que não consigamos subir pra SRR…

Ps. Show as fotos, cada vez melhor, parabéns.

Abraço

Pois é, Roger… São Pedro não anda colaborando com as motocadas. Já ando com saudade de rodar sem a capa de chuva incomodando.

Abraço!

PUTZ agora t6o entendendo Pirex teu motivo de ir sozinho nessas motocadas…

estas ficando aficionado pelas fotos nehhhhhh….olha cara toma cuidado, vai que um dia destes tu troca a moto e vai virar fotógrafo…

até a CBZona tá fazendo pose…..

Taí uma coisa a se pensar para o futuro, Tara: eu abraçaria a profissão de fotógrafo fácil, fácil… Me dá muito prazer registrar o mundo de câmera na mão (se bem que a profissão de mecânico concorre taco a taco).

Grande abraço!

Deixe um comentário

    REDES:  

  • rss
  • youtube
  •  
  • PESQUISAR NOS ARQUIVOS: